#Artigo: O dia do lanche

29 dias pós parto. Acorda. Acorda? Levanta da cama. Acorda a mais velha, “bom dia dona do lanche”. Volta pro quarto, tira o pijama. Xixi… esqueci de fazer xixi. “Laura, não esquece de fazer xixi”. Fiz. Coloquei a roupa. Troquei a fralda da mais nova. 

Coloquei os pastéis pra fritar na airfryer, quatro por vez, são 32. “Laura, levanta, coloca a roupa”.

Exibindo IMG_5969.JPG

Primeira leva de pastéis fritos, tira da panela, queima a mão. “Laura, coloca a roupa”. Mais uma leva de pastéis indo pra panela. “Mãe, posso ajudar?”. Pequena chorou, pega no colo. Volta pra cozinha, “cadê a tampa do pote? A tampa, cadê ela?”. “Laura, primeiro põe a roupa, depois ajuda”.

“Mãe, tô com dor na barriga”. “É fome, come”. Mais pastéis. Pausa pro mamá, mamou, arrotou, carrinho. “Laura, coloca o tênis”. Chorou, balança o carrinho. “Mãe tô com dor na barriga”. “É fome, quer uma banana?”. “Banana quente com mel e canela”. Coloca a roupa na máquina pra lavar. Chorou. Pega bebê no colo, corta a banana, esquenta. “Laura põe o tênis, banana ta na mesa”. “Tá difícil, não consigo”. Outra leva de pastéis. “Não consigo te ajudar agora, to com a Celina no colo”. “Mãe, ta difícil”. “Vai só de meia então”. Chorou, a mais velha, chorou. Tira os pastéis da panela, coloca mais. “Laura come a banana”. “Mas mãe, tá difícil o tênis”. Pega o suco, a fruta, põe na sacola. “Laura são oito horas, sabe o que isso significa? que sua turma toda ta na sala de aula e você ta aqui comendo banana”. Bebê chora. Põe pra mamar, mamou. “Laura, vamos”. Coloca mais uma leva de pastéis pra fritar. Celina no carrinho, suco e fruta na sacola. Celina chora. “Laura chama o elevador”. Pega a mochila, a sacola, empurra o carrinho. Bebê para de chorar, chega no carro, guarda a sacola, pega o bebê, coloca no carro, fecha o carrinho. “Laura sobe na cadeirinha”. Bebê chora. Fecha o carrinho, abre o porta mala, guarda. Bebê segue chorando. Entra no carro. Bebê chora. Carro anda, bebê para de chorar. Carro para, bebê chora. Andamos por 2 minutos. Bebê dormiu. Chega na escola. “Laura desce do carro e corre pra sala, boa aula, tchau”. Abre o porta mala, abre o carrinho, coloca o bebê no carrinho. Pega a sacola com a fruta e o suco. Leva na cantina. Volta pro carro. Coloca bebê no carro, fecha o carrinho, guarda no porta-malas. Chega em casa, estende a roupa no varal, bebê dorme. Tira pastel da panela, coloca mais. Passa um café, manteiga no pão, pão na frigideira. Pipoca! Ela quer pipoca! Pega a panela, frita a pipoca, café coado, toma um gole ainda em pé. Pega o pão, mais café. Pastel, não acabou, não esquece de colocar. Bebê chora, quer mamar, mamou. Colo. Pastéis fritos, todos eles, o pote não fecha, plástico filme nele, com uma mão só. Uma mão é para o bebê e a outra é pra fazer todo o resto. Pote fechado, pipoca pronta. Bebê no carrinho, pipoca e pastel no carrinho. Vamos pro carro. Bebê dorme. Vai pra escola, leva o resto do lanche, entrega pra filha mais velha. São 9h20, e esse é apenas mais um dia na vida de uma mãe. 

Vai um pastelzinho aí?

Exibindo IMG_5970.JPG

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s